Simpósio MACAPÁ 75 ANOS DE CAPITAL Vamos pensar sobre a cidade de hoje?

Acessar Pagina do Simpósio

O Simpósio visa reunir a produção intelectual local sobre as temáticas mobilidade e urbanismo e com vistas a contribuir na elaboração dos dois produtos previstos: diagnóstico sobre a Macapá de hoje e a Macapá de amanhã (a que queremos).

O tema escolhido, “Macapá, 75 anos como capital”, se deu como forma de reconhecer o valor regional e histórico da cidade e de reunir trabalhos que envolvam informações dentro desse período (1944-2019), abrangendo então um recorte temporal que se volte a analisar os períodos de 1944 – Macapá capital do Território Federal do Amapá – até o ano de 2019 (período atual). Observando esses 75 anos buscamos compreender o processo de ocupação desse território a partir de variados olhares, que questionem, reflitam e o leiam, a partir de uma mirada que se preocupe com qual estratégia deveríamos abordar o futuro.

Público-alvo: graduandos dos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Ciências Ambientais, Artes Visuais, Geografia, Ciências Sociais, História e outras áreas afins; pós-graduandos de áreas afins, professores e pesquisadores, servidores da prefeitura Municipal de Macapá, servidores do Governo do Estado do Amapá.

Acessar Pagina do Simpósio

PLATAFORMA MACAPÁ RUMO AOS 300 ANOS SERÁ LANÇADA PARA PLANEJAR CIDADE PARA O FUTURO

Como parte das comemorações dos 260 anos de Macapá, que a cidade completará no domingo, 4 de fevereiro, a prefeitura lançará uma plataforma digital com vistas no planejamento do município daqui a 40 anos, quando a capital completará 300 anos. O site estará online a partir de quarta-feira, 31 de janeiro, e coletará informações essenciais da população. O aplicativo norteará as ações futuras de investimentos em infraestrutura, mobilidade, saúde, educação e economia, visando o desenvolvimento.

A concepção do projeto, considerado visionário, nasce da necessidade de consolidar e apontar os desafios e os esforços governamentais e sociais do Município na direção de uma cidade sustentável, reconhecida como uma capital de cidadania plena, com acesso à educação, saúde e segurança como bens fundamentais à população.

O prefeito Clécio Luís explica que o Macapá Rumo aos 300 Anos está, sobretudo, pautado em oito potenciais eixos estruturais visando ao desenvolvimento, como a exploração petrolífera, cultura de grãos, Zona Franca Verde, porto de Macapá (entre Curiaú e Pau Cavado), mobilidade, ligação do sul do Amapá ao estado do Pará (pela qual a capital também será beneficiada), manutenção da preservação florestal e urbanismo.

“Neste contexto, planejaremos uma cidade mobilizadora, capaz de dialogar com os seus moradores, com o objetivo de propor soluções conjuntas que gerem responsabilidades coletivas. Desta forma, iremos preservar a nossa identidade cultural; transformar a cidade em um lugar inteligente, aliando tecnologia, inovação e sustentabilidade a uma economia dinâmica a partir de nossas potencialidades”, define o prefeito.

O site

Possuirá navegação fácil e o usuário precisará fazer um simples cadastro para liberar o acesso, e possibilitará o internauta a preencher um formulário com perguntas sobre a Macapá do presente e o que ele quer no futuro. Os dados serão compilados pela Secretaria Municipal de Planejamento (Sempla), cujas informações nortearão os futuros Plano Plurianuais (PPA), para execuções de obras e de políticas públicas a médio e longo prazo.

“A intenção é provocar debate sobre o hoje e o futuro da nossa capital, focando assuntos específicos de infraestrutura e de políticas públicas e culturais, que mudarão a cara de Macapá para as próximas décadas. Nosso interesse, a partir da coleta desses dados fornecidos pelos usuários, será para pensar, discutir e planejar a capital com vistas no desenvolvimento da cidade e das pessoas”, ressalta o secretário de Planejamento, Paulo Mendes.

O site estará disponível na internet no dia 31 de janeiro, pelo endereço 300anos.macapa.br, com plataforma responsiva, podendo ser acessado por celular ou tablet.

Júnior Nery

Assessor de comunicação/PMM